Stefani Traycheva, 17 – Bulgaria

(T)riumphant (H)eretical (E)nthralling (O)stentatious (D)ivine (O)utspoken (R)adiant (E)bullient

No matter how many adjectives come to my mind with the thought of him, his personality defies all attempts to categorize it into mere words. His humane spirit, filled with compassion, becoming modesty and comely physique, our tête-à-têtes– always so decorous and oh how his contemplation captivates me. His presence as a whole, I believe, is God-like, or at least that’s how I interpret it. I feel as if he reveals layers to my soul unseen before. Delusional or not, my existence once without significance is starting to become meaningful. The colors seem more vibrant than before– yet his absence seizes my apprehension and retrogrades it to a black and white film– I’m degaussed.

Thou art mine.


(T)riunfante (H)erético (E)ncantador (O)stentoso (D)ivina (O)bjetivo (R)adiante (E)nergético
Não importa quantos adjetivos me venham à mente ao pensar sobre ele, sua personalidade desafia todas as minhas tentativas de categorizá-lo em meras palavras. Seu espírito humano, imbuído de compaixão, tornando-se modéstia e atraente físico, nossos tête-à-têtes – sempre tão decoroso e, ah, como sua contemplação me cativa. Sua presença como um todo, creio eu ser similar a de um deus, ou pelo menos é minha própria interpretação. Sinto como se ele revelasse camadas nunca antes vistas por minha alma. Ilusão ou não, minha existência, outrora sem significado, começa a se tornar significativa. As cores parecem mais vibrantes que antes – embora sua ausência aposse-se de minha apreensão e a retroceda a um filme em preto e branco – me sinto desmagnetizada.
Tu és meu.
Translated by Vinicius Freire